Receba nossas notícias

A artista colombiana Doris Salcedo presta homenagem aos líderes e líderes matados

Segunda-feira, 17 de junho de 2019

IMG_9133_opt

Último dia 10 de junho no plaza Bolívar de Bogotá, Colômbia e com a participação de centenas de voluntários que trabalharam incansavelmente desde as primeiras horas da manhã, foi realizada uma intervenção artística de Doris Salcedo para tornar visível o assassinatos de quase 500 líderes sociais que decorreu entre janeiro de 2016, a assinatura do acordo de paz no país e em 25 de maio deste ano.

Desta vez o vidro foi o material escolhido pelo artista para representar a desagregação do tecido social, um fato diante do qual não podemos ser indiferentes. Esta instalação chamada 'Perdas', que incluía os nomes de 165 líderes e líderes selecionados ao acaso, é o preâmbulo para o primeiro diálogo público da Comissão sobre a verdade sobre a não-repetição na Colômbia.

A Assembléia também envolveu 70 líderes de diferentes regiões do país. Aliança para a solidariedade fez parte desta iniciativa, com a presença de três líderes que realizam um trabalho notável nos territórios de Tumaco e Buenaventura: luz dary Santiesteban da organização "mães para a vida", Gisela Díaz de la ' Fundação de desenvolvimento sustentável do Pacífico colombiano e AIDEE Gertrudis Guerrero Aguilar da "Associação dos sonhos e raízes do Pacífico".

Las mujeres que también se encontraban en Bogotá para formar parte de una mesa redonda de la ‘Red de Mujeres Víctimas y Profesionales’ manifestaron algunas percepciones sobre este homenaje a los líderes.

El perdón y el recuerdo fueron la motivación que encontró Gisela Díaz para hacer parte de esta instalación artística: “Porque en el momento en el que nos tomamos de las manos y quebramos el vidrio recordamos todos esos hechos victimizantes” dijo Díaz. “Y eso nos conlleva al perdón y a recordar a esas amigas y amigos que han sido violentados y que en este momento no están con nosotros".

En palabras de Luz Dary Santiesteban: “Yo creo que hay que aplaudir el espacio”. “Estamos cansados también de mirar cómo los líderes sociales van cayendo. Si no exigimos nuestros derechos no hay nadie más que los exija”.

IMG_9028_opt

Aidee Gertrudis Guerrero que trabajó también incansablemente en el montaje de esta obra, manifestó estar feliz de estar representando a Tumaco, Nariño y destacó la importancia de esta actividad para atraer atención a las víctimas del conflicto.

Esta obra llega un año después de “Fragmentos”, otra obra construida por Doris Salcedo con el metal fundido de 37 toneladas de armamento entregado por exguerrilleros, y casi tres años después de la instalación “Sumando Ausencias” que tuvo lugar en esta misma plaza, en esa ocasión los nombres de las víctimas del conflicto quedaron tejidas sobre un manto blanco.


Deixe uma resposta

Os mais vistos da Semana

Peru discussão a descriminalização do aborto em caso de estupro

Atualmente, no país, o aborto é legal apenas em casos em que a vida ...

Ação Humanitária

Nuestras líneas de trabajo Asistencia a refugiadas sirias en Jordania El 86% d...

Requisitos para um Will

Há certos requisitos formais que acompanham cada um dos tipos de testes...

Últimas noticias

Maricel Sandoval Solarte tem 29 anos e tem 15 lutar pelos direitos do seu povo em Cauca colombiano. Desde que ele desenhou...

Da Aliança para solidariedade acredita que a forma de luta mais eficaz contra as desigualdades e garantir o de...

 Más noticias
A aliança de solidariedade usa cookies próprios e de terceiros a fim de personalizar o conteúdo, melhorar a experiência do usuário, fornecer funções de mídias sociais e analisar o tráfego. Além disso, trocamos informações sobre como usar esse site da Web com parceiros sociais de mídia, publicidade e web analytics. Para continuar navegando você deve concordar com nossos Política de cookies
Eu não aceito    Eu aceito
Empresas rentables pero responsables con los recursos
Aliadas
Únete, haz voluntariado
Visita nuestra Tienda Solidaria