Eu sou nós estão nas ruas de Tetuan

Segunda-feira, 18 de março de 2019

Angelica Dass

No contexto de 21 de março, dia internacional contra o racismo, da Aliança para solidariedade organizou a exposição na rua de Eu sou nós são foi sob a direção artística de Angélica Dass.

Angelica_Tetuán

Eu sou nós são É uma exposição em que os protagonistas são Marta, Alima, Gladys... e até uma dúzia de mulheres, todos os vizinhos de Madrid com histórias pessoais, coletivas, locais e globais que aproximam-à realidade, então muitas vezes invisível.

O objetivo desta exposição é conhecer melhor as mulheres que normalmente não aparecem na mídia ou em espaços públicos, mas que carregam muitos anos vivendo na nossa sociedade e trazer a mudança e iniciativas de transformação social. 'Eu sou, nós somos' parte de uma abordagem que mantém as mulheres migrantes de preconceitos e estereótipos que geralmente tendem a ser submetido.

 

Esta é uma exposição itinerante que já tem sido no espaço, como o Conde Duque, a esplanada do Conselho do distrito de Usera, nesta ocasião será showcased em Tetuan na Praça dos vestígios através de fotografias tiradas em parte por Angélica Dass e parte po r seus protagonistas, extraídas de arquivos pessoais. Consiste em uma jornal de exposições em que fotografias são acompanhadas por diferentes narrativas sobre mulheres migrantes em 3 caixas grandes, localizadas na praça.

 

É uma iniciativa colaborativa que foi assistida por várias associações e grupos como SEDOAC, Rumiñahui, SOS Racismo Madrid, olhando para a África, entre outros, juntamente com a Aliança para a solidariedade, no âmbito do projecto financiado pela Câmara Municipal de Madrid, "Fortalecimento das capacidades das mulheres migrantes como sujeitos políticos por meio de participação e parcerias para uma cidade livre de todas as formas de violência e discriminação".

 

Esta exposição foi organizada por Aliança para a Solidariedade, em colaboração com o Ayuntamiento de Madrido distrito de Tetuán e o serviço de convivência do mesmo distrito, abre dia 19 de março na Praça dos traços e será neste espaço até o dia 31 deste mês.

 

Angélica DassBrasileiro de origem e com sede em Madrid, é notável por sua combinação de grande criatividade com pesquisa sociológica e a defesa dos direitos humanos através de suas obras. Em 2013 ganhou o prêmio do Festival Off de PhotoEspaña com sua estrela de projeto Humanae; em 2014, foi escolhida pela revista Time como um dos "nove fotógrafos de brasileiros que precisam seguir" e em 2018 seu Conversa de TED (Vancouver, 2016) mais de 2 milhões de visualizações, enquanto Humanae imagens ilustram o Especial edição da National Geographic sobre o conceito de raça.


Deixe uma resposta

Os mais vistos da Semana

Peru discussão a descriminalização do aborto em caso de estupro

Atualmente, no país, o aborto é legal apenas em casos em que a vida ...

Existem leis que protegem os direitos humanos: a conhecê-los ajuda a procura-los

Argélia ratificou convenções internacionais como a Convenção para Fornos ...

A favor da descriminalização do aborto

Aliança de solidariedade funciona a favor dos direitos e os direitos sexuais r...

Últimas noticias

Maricel Sandoval Solarte tem 29 anos e tem 15 lutar pelos direitos do seu povo em Cauca colombiano. Desde que ele desenhou...

Da Aliança para solidariedade acredita que a forma de luta mais eficaz contra as desigualdades e garantir o de...

 Más noticias
A aliança de solidariedade usa cookies próprios e de terceiros a fim de personalizar o conteúdo, melhorar a experiência do usuário, fornecer funções de mídias sociais e analisar o tráfego. Além disso, trocamos informações sobre como usar esse site da Web com parceiros sociais de mídia, publicidade e web analytics. Para continuar navegando você deve concordar com nossos Política de cookies
Eu não aceito    Eu aceito
Empresas rentables pero responsables con los recursos
Aliadas
Únete, haz voluntariado
Visita nuestra Tienda Solidaria